sábado, 12 de janeiro de 2019

Distribua amor - Modoo Galeria


Serendipity: finding something good without looking for it. Foi exatamente assim que me deparei com esta exposição de arte linda. Em uma Sexta-feira fui tomar um cafezinho despretensioso no Café Ginkgo 788, e descobri que no terceiro andar havia essa exposição da Modoo Galeria. A exposição carrega a mensagem do real significado de amor, e como me identifico muito com esse tema - inclusive converso com meus amigos sobre isso - me senti na obrigação de fotografar um pouquinho para ficar o registro - e provar que outras pessoas também têm essa opinião sobre o genuíno amar.

quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

Enquanto não descubro, apenas sigo


Tenho certeza de que as palavras que estão por vir doerão mais em mim do que em você. Por mais que eu esteja seguindo meus sonhos, impulsos, inconstâncias, loucuras?, sei que não estou pensando nem um pouco no seu lado, e é quando aquela culpa e auto julgamento brotam, gritam e piscam em vermelho neon egoísta, individualista, trouxa. Acho que você aprendeu a lidar com este meu eu antes que eu pudesse notar que sou assim, e sou perpetuamente grata por isso. Obrigada por entender que procuro algo que ainda não descobri; que tenho saudades de coisas que ainda não vivi.

terça-feira, 8 de janeiro de 2019

Bom dia, necessário - somente o necessário


Bom dia, quarto. Bom dia ao que está a minha volta. Quando acordo tenho essa mania de dar bom dia às coisas e agradecer. Agir assim me faz perceber o que me cerca e me faz sentir feliz. Os detalhes, sabe? E quando digo detalhes, é detalhes mesmo. Sou uma pessoa muito simples, e quem me conhece sabe disso. Aderi à lei do necessário, somente o necessário, e isso me tornou uma pessoa mais completa.

segunda-feira, 31 de dezembro de 2018

A janela e meus vazios


Visão turva. A busca pela realidade; minha claridade. Esforço-me sem necessidade, pois ela sempre está a minha frente, observando-me, zelando pelo meu conforto no intuito de que eu note sua presença para que eu possa então, em alívio, sorrir novamente. Ali ela se encontra, manhã após manhã; após lutas, insanidade, desespero que, assim como a cor da tinta, desbota com sua luz. Ela não descansa à noite, na ânsia de responder seu chamado, seu único dever: visitar-me, iluminar, invadindo meu quarto, meus monstros, minha janela, a persiana e seus delicados vazios – meus vazios – que se preenchem com sua chegada, tornando-se completos mesmo que por um momento ilusório, efêmero.

domingo, 16 de dezembro de 2018

Meraki: soul, creativity and love into your work


Meraki. Que amorzinho essa palavra né? É uma palavra grega cujo significado rege a vida de muitas pessoas. Alma, criatividade e amor colocada em algo; sua própria essência que é colocada em seu trabalho. Você já sentiu isso executando alguma tarefa? Se sim, então Meraki sempre esteve com você. Quando me questionei se já havia sentido isso, não levei um segundo se quer para encontrar a resposta: fotografia.

Body Art: Ana Carolina

quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

Body Art: Mouth


Simples, né? Boca. Não há arte mais singular e expressiva do que nosso próprio corpo, e é em cada parte, cada detalhe que a beleza se esconde - e por vezes não achamos. Você já parou para analisar a arte que é seu corpo? A arte em sua boca? Que come, que bebe, que fala, que briga, que vibra, que canta, resmunga, respira, recita, que seduz, que beija, lambe, morde, gagueja, saboreia, explora, conhece, reconhece, sorri e dá gargalhadas.
Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo