terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Só umas dicas mesmo


2019 recém se iniciando e várias coisas já estão acontecendo aqui no meu universo. Junto disso, várias reflexões, conclusões, idéias e dúvidas surgem no meio do caminho, então quero dar umas diquinhas para vocês. Nada clichê, nada que você já saiba do tipo conte até três ou filtre suas amizades. Então lá vai:

Pelo amor de deus, assista a Don't Trust the B**** in Apartment 23. A série tem apenas 02 temporadas, mas deveria ter 20 de tão maravilhosa que é. Ap 23 trata sobre a vida de duas roommates e seu melhor amigo James Van Der Beek. Sim, o ator James representa ele mesmo no personagem, mas visto de uma perspectiva bem narcisista. A série é muito engraçada, e eu literalmente caí da cama de tanto rir em um dos episódios. Deveria ser assistida por toda e qualquer mulher, pois trata de assuntos pelos quais todas nós já passamos, ou seja, ter assistido a duas mulheres maravilhosas e empoderadas com os mesmos questionamentos fez eu me sentir menos anormal e mais tranquilinha. 

Escute Dennis Lloyd. Descobri esse cantor recentemente e já estou viciada na leveza e sensualidade de suas músicas. Eu deixo sua playlist tocando e esqueço do mundo, pois Dennis Lloyd tem uma característica que poucos artistas tem: todas suas músicas são boas. Contudo, se você quiser uma recomendação, minhas favoritas são Snow White, Leftovers, Playa (Say That) e Nevermind.

Se possível, faça terapia. Eu demorei muito para realmente querer me consultar com uma psicóloga. Sabe quando estamos fechados? Fechados para enxergar por uma outra percepção, para melhorias, para nós mesmos. Sou muito grata pelo dia que resolvi me consultar com a Letícia, minha psicóloga. Ela me faz entender coisas que antes não estavam ao meu alcance, e posso afirmar que em poucos meses de terapia, minha qualidade de vida já deu um upgrade lindo. Eu poderia ficar falando durante horas e horas sobre como a terapia é benéfica, mas só quem faz consegue entender genuinamente esse sentimento. Estou indo embora do país daqui alguns dias, mas vou continuar vendo ela semanalmente por Skype, pois não abro mão de nossas sessões.

Estude em cafés. Como estou fazendo um teacher training online (mais detalhes virão), eu passo o final de semana envolvida em minhas leituras, pesquisas e trabalhos para escrever, portanto, se é para passar o final de semana inteiro estudando, que seja em um ambiente agradável - e com cheirinho de café. Eu amo estar no meu apartamento, mas ficar o final de semana inteiro em casa dá a sensação de estou perdendo meu tempo e minha juventude - é compreensível, né? Não tenho grandes problemas em me concentrar, pois levo meus fones de ouvido e entro para dentro do notebook.


Não use maquiagem durante uma semana e veja como você se sente, e como sua pele reage. Eu tinha o hábito de passar base e pó todos os dias - aquela preparação de pele básica - até que resolvi passar uns dias sem aplicar nada de maquiagem - nem o rímel que tanto amo. Por que resolvi fazer isso? Por uma série de motivos. O primeiro é para entender minha beleza. Parar na frente do espelho e me perguntar o que me torna naturalmente bonita? Não é fácil, mas alcançar isso é recompensador. Resultado? Hoje em dia amo minhas olheiras fundas e roxas, e nunca mais comprei base para escondê-las, pois fazem parte de mim ♡ Algumas pessoas ainda dizem Nossa, que olheiras horríveis! Tu não dormiu, né? E minha resposta é sempre a mesma: eu amo elas! Além disso, minha pele está bem mais bonita, pois ela respira livremente, sem toda aquela maquiagem diária.

Faça um caderno de agradecimentos e agradeça diariamente por 10 coisas boas que aconteceram no seu dia. Se você está pensando ai, mas não acontecem 10 coisas boas no meu dia, Amanda, então você não sabe o que são coisas boas. Coisas boas não são o mesmo que coisas extraordinárias - na verdade são bem diferentes. Se você depender de coisas extraordinárias - uma formatura, a compra de um apartamento/carro, um emprego novo - para ser feliz, então você jamais será feliz todos os dias. Coisas boas podem também ser coisas pequenas, como uma comidinha boa que você comeu, a visita de um amigo, uma série nova na Netflix, aquele cafezinho que esquenta o coração, um elogio. E ao longo do dia, da semana, do mês e do ano, esquecemos como somos felizes em pequenas parcelas, portanto anotar esse pequenos eventos mantém nossa memória de felicidade ativa.

7 comentários:

  1. Sobre fazer terapia: todo mundo precisa.
    Estou enrolando sobre ir fazer, mas quero tanto que não consigo ir, entende?

    Adorei as dicas.

    ResponderExcluir
  2. Amo post de compartilhamento de dicas! A série Don't Trust the B**** in Apartment 23 é MARAAAA e fiquei chateadissima por não ter tido continuidade, mas as 2 temporadas são ótimas. Sobre estudar/trabalhar em cafés, fazer terapia e ficar sem usar maquiagem, diria que esse é o trio do amor e autocuidado. E caderninho de agradecimento: preciso já fazer!

    ResponderExcluir
  3. Que delicia de post. ♥ Faz um bom tempo que iria começar a assistir essa série, mas quando descobri que cancelaram acabei desistindo, por causa desse post irei assistir. Acho que nunca ouvi esse cantor, vou ouvir. ♥
    Minha meta é arrumar um emprego somente para começar em uma psicologa, pois deixei meu nome no convenio, mas eles demoram horrores para chamar. Meu sonho é estudar em um cafezinho, mas nunca faço. Sobre maquiagens, antigamente usava muita maquiagem, depois parei, agora digamos que estou um pouco relaxada com isso. Então irei fazer ao contrario, durante 1 mês irei usar maquiagem sempre que eu sair. haha
    Caderninho é maravilhoso! Antes eu fazia o pote da felicidade, é tipo o caderninho, só que guarda em um potinho e no final do ano você lê e percebe como seu ano foi bom.

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    Adorei as dicas! Quando ia ler a postagem pensei que ia ser o de sempre, mas foi tudo tão fofo e cheio de identidade... Achei as dicas importantíssimas, principalmente a sobre ver sua real beleza, sobre ver as coisas boas no dia e a da terapia. Terapia é a melhor coisa que todo mundo pode fazer por si mesmo, sério.
    Abraços,
    Literalize-se

    ResponderExcluir
  5. Esse ano eu aderi ao caderno de agradecimentos e sempre coloco três coisas das quais eu sou muito grata que aconteceu no dia. Tem me mostrado a ver as coisas de outra forma, tem sido uma experiência bem satisfatória e reveladora.

    ResponderExcluir
  6. Fazer terapia, a dica que eu daria para todo mundo! É tão bom e tão esclarecedor pra você mesmo <3 aaah, e é estudar em cafés também é ótimo. Tá aí uma coisa que eu tenho que fazer esse ano (pode ser bum drive thru também hehe.
    Eu amei o post! Ele é inspirador e diferente ao mesmo tempo, pois, como você disse, nada das dicas “”clichês”” que a gente costuma ver por aí <3

    ResponderExcluir
  7. eu AMO "Don't Trust the B". Série maravilhosa que me deu vontade de assistir de novo de tão boa.
    Terapia é algo que todo mundo deveria fazer, mas eu ando com muito pé atrás com maus profissionais, está ficando cada vez mais difícil encontrar alguém bom mesmo.
    E caderno com memorias eu separei um espaço no BUJO para escrever uma frase por dia. É bem legal.
    Boas dicas.
    Bjuxxxxxx

    ResponderExcluir

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo